Adicionar aos favoritos   Login   Pesquisar 

Notícias

2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 

02/03/2009

Cães de busca mostram trabalho.

(Fonte: Correio da Manhã)

Mal o guia o soltou, Kaye saiu disparado em direcção ao local de onde lhe vinha o cheiro da vítima soterrada, a cerca de 200 metros, e sinalizou a sua descoberta. O pastor alemão, um dos oito cães que integram a Equipa Canina de Resgate do Algarve (ECRA), participou ontem, com o jovem ‘colega’ Radis, num exercício de simulacro de busca e salvamento, realizado no âmbito do II CertamEmergência, do Serviço Municipal de Protecção de Loulé.

Kaye e o seu guia, Luís Pacheco, um dos fundadores da ECRA, foram um dos binómios que participaram nas buscas para encontrar Madeleine McCann, aquando do seu desaparecimento, na Praia da Luz. "Foi o caso que mais nos marcou. A Cruz Vermelha chamou-nos e depois passámos a trabalhar com a GNR, que todos os dias nos atribuía uma zona para bater", recordou o guia, adiantando que, ao longo dos nove dias no terreno, "o mais desagradável foi lidar com a pressão da imprensa inglesa, que não se preocupava com o facto de estarmos a trabalhar e queria era show para as câmaras".

Em cenário real, a ECRA participou ainda nas buscas para localizar uma idosa desaparecida em Sagres e outra em Lisboa, bem como uma terceira em Saragoça, Espanha.

Com sede em Olhão, a ECRA está disponível 24 horas por dia para apoiar operações de busca em terramotos, aluimentos e desaparecimentos em campo aberto, desde que nesse sentido seja contactada pelas autoridades.

PROTEGER AS POPULAÇÕES

"Pretendemos mostrar à população como é o dia-a-dia de todos os que estão envolvidos na Protecção Civil e também que todos estes meios existem para a sua segurança" – foi assim que José Faísca, comandante dos Bombeiros de Loulé, descreveu ao CM o conjunto de acções e de exercícios realizados ontem na avenida Infante Sagres, em Quarteira, no âmbito do II CertamEmergência.

Os bombeiros louletanos promoveram o simulacro de um atropelamento seguido de colisão, em que tanto o peão como o condutor da viatura ficaram feridos e tiveram de ser imobilizados e estabilizados e o último desencarcerado.

Uma aula prática pelo Instituto de Socorros a Náufragos, uma demonstração cinotécnica pela GNR e o simulacro de um resgate no mar completaram o evento.

SAIBA MAIS

OLFATO APURADO

O facto de, nas buscas, os cães utilizarem o olfacto em vez da visão – como acontece com as pessoas – permite-lhes uma rapidez e eficácia muito maiores.

2,5 ANOS

É a média da idade que um cão deve ter para se considerar um verdadeiro ‘operacional’ de busca e salvamento.

2005

Nasceu formalmente a Equipa Canina de Resgate do Algarve, como associação humanitária sem fins lucrativos.

RAÇAS ADEQUADAS

Pastor alemão, pastor belga malinois, boxer, cane corso, labrador e border collie contam--se entre as raças de cães preferidas pela ECRA para a missão em causa. Mas o que conta, acima de tudo, é a atitude.

Rss
Treino de Cães ao Domicílio «» Casa do alto