Adicionar aos favoritos   Login   Pesquisar 

Notícias

2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 

16/03/2009

Aveiro: Quatro jovens treinam cães de busca e salvamento.

(Fonte: Diário de Aveiro)

Tem apenas um ano e meio de existência, mas a “Rescue K9” conta já com vários treinos de intensa actividade, com quatro cães prontos a socorrer pessoas em perigo ou desaparecidas
 
Ao princípio, a equipa de cães de busca e salvamento não foi bem aceite pelo presidente da direcção da corporação dos Bombeiros Novos de Aveiro. Mas a persistência de quatro amigos levou-os a treinar a Kika, a Kyara, a Afrodite e o Paco, quatro caninos “já prontos a entrar em acção sempre que haja necessidade de salvar ou encontrar alguém em situação de perigo”.

Ricardo Soares, presidente da direcção da Rescue K9 de Aveiro, tem orgulho na instituição que fundou. O começo, aliás, foi igual a tantos outros com desfechos de sucesso. “Começou com uma brincadeira de amigos. Temos em comum o facto de gostarmos de cães de sermos bombeiros”, diz Ricardo. A atitude humanitária de fazer bem pelo próximo levou-os a verificar que em Aveiro “havia uma lacuna neste sector”. “Em caso de acidente ou de calamidade, não há cães especificamente treinados para a procura de desaparecidos”, acrescenta.

O dirigente mostra orgulho na obra já criada. Ricardo Soares, José Figueiredo, Filipe Silva e Francisco Dias sentem que a aposta foi ganha. “Não que tenhamos entrado em acção de salvamento, mas só o facto de a direcção dos bombeiros olhar para nós de outro modo e já ter feito uma abordagem no sentido desta equipa passar a integrar a corporação diz tudo”.

As instalações do antigo matadouro mostram, “todos os fins-de-semana”, os treinos da nova associação já devidamente registada. Ricardo Soares agradece a disponibilidade da autarquia aveirense “em nos ter autorizado a usar estas instalações para os treinos”. “No princípio, como estavam algo abandonados, procedemos à limpeza. Mas agora temos todas as condições para treinarmos situações de perigo”. O Diário de Aveiro verificou, assistiu a simulações de perigo e pôde constar, de facto, que tudo se aproxima de uma realidade incrível.


Encontro nacional em Aveiro

O reconhecimento do trabalho válido por esta equipa já extravasou as fronteiras do concelho de Aveiro. A equipa de Ricardo Tavares vai sendo solicitada para demonstrações. “O último convite veio da Câmara de Pinhel”, diz, ao mesmo tempo que mostrava o ofício emanado pelo município.

Porque a urgência de colocar a equipa aveirense de cães de busca e salvamento na agenda de contactos para ser chamada à realidade é enorme, os quatro jovens têm em mãos uma organização que coloca Aveiro no mapa humanitário. “Vamos realizar, nos próximos dias 4 e 5 de Abril, o primeiro encontro nacional de busca e salvamento”, anuncia Ricardo.

A programação, já inserida em cartaz, antecipa eventos interessantes. “No dia 4 faremos três palestras subordinadas aos temas saúde animal, nutrição animal e outra sobre cães de busca e salvamento. Os oradores serão pessoas bastante credenciadas na área e com reputação internacional. Depois, procederemos a treinos para guias e binómios”, explica Ricardo Soares. “No dia seguinte, teremos um simulacro, o qual poderá ser feito nas instalações da antiga fábrica Luzostela, e, no final, haverá lugar à habitual entrega de lembranças”.

O programa de acção anuncia dois dias de intenso trabalho. O custo de inscrição será de 25 euros para uma associação “carenciada de receitas, ainda com pouca divulgação mas que, a breve prazo, terá um «site» próprio”, resume Ricardo.

Rss
Treino de Cães ao Domicílio «» Casa do alto