Adicionar aos favoritos   Login   Pesquisar 

Notícias

2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 

10/12/2008

Protectora dos Animais inicia mudanças em 2009.

(Fonte: Jornal de Notícias ) As novas instalações da Sociedade Protectora dos Animais começarão a ser construídas, em Baguim do Monte, Gondomar, no próximo ano. Centenas de animais estão "provisoriamente" há sete anos no antigo matadouro municipal do Porto. Desalojados em Dezembro de 2001 pelas obras de construção do Estádio Dragão, os animais esperam, há anos, por um abrigo em condições. Após enfrentar incontáveis dificuldades, burocracias e respostas ambíguas, os responsáveis da Sociedade Protectora dos Animais (SPA) ambicionam avançar, em 2009, com a construção de 366 canis (50 destinados a um hotel) para os cães e gatos que estão ao cuidado da instituição. Foi lançado o concurso público para a execução da empreitada. "As propostas devem ser entregues até ao dia 20 de Janeiro. A abertura das candidaturas será feita no dia seguinte", explicou Ermelinda Martins, presidente da SPA. Há um desejo, não muito secreto: que as propostas não sejam muito caras, porque o dinheiro é coisa que não abunda. Aliás, esta primeira fase das novas instalações da SPA (para mais tarde ficam o hospital e os serviços administrativos da instituição) serão pagas com as verbas que sobraram da compra do terreno em Baguim do Monte. No âmbito do Plano de Pormenor das Antas, elaborado na antecâmara do Campeonato da Europa de Futebol de 2004, a Protectora dos Animais recebeu um terreno naquela zona do Porto, que alienou a uma imobiliária, para ter as verbas necessárias à aquisição da parcela em Baguim do Monte. Sobrou algum. Mas só a primeira fase das novas instalações podem custar 1,8 milhões de euros, de acordo com as estimativas. A SPA terá que adiantar a verba, uma vez que o protocolo estabelecido com a Câmara do Porto, segundo o qual a Autarquia deverá custear as novas instalações da Protectora dos Animais continua numa situação de impasse, como explicou Ermelinda Martins. "Estamos à espera que a Autarquia resolva a situação", referiu. A presidente da SPA sublinhou, ainda, que só por isso é que a empreitada terá de ser lançada em duas fases, caso contrário avançar-se-ia logo com a construção dos canis, do hospital e dos serviços administrativos. O terreno em Baguim do Monte tem uma área de aproximadamente 81 mil metros quadrados. Segundo afirmou Ermelinda Martins, a Câmara de Gondomar já aprovou o projecto de arquitectura, mas a SPA ainda aguarda pela luz verde do município para os projectos de especialidade. O objectivo é arrancar com os trabalhos de construção logo que seja possível, sendo que o prazo de execução é de um ano. O texto do anúncio do concurso publicado ontem na Imprensa especifica que os interessados em concorrer devem solicitar o caderno de encargos através do fax 225100649, até às 17 horas de amanhã. O documento estará disponível na sede da instituição (Rua da Sociedade Protectora dos Animais, 53/93), entre as 9 e as 17 horas do próximo sábado. Apesar da mudança para Gondomar (falhada que foi, também, a hipótese de instalar o projecto em Gaia), a SPA manterá uma clínica na zona das Antas, no Porto. "Deverá ficar pronta até ao final do ano que vem", preconizou Ermelinda Martins. Por agora, enquanto o antigo matadouro municipal, em S. Roque, continua a albergar cerca de 800 animais, a SPA tem sede e uma clínica em instalações provisórias (contentores) nas imediações do Estádio do Dragão.
Rss
Treino de Cães ao Domicílio «» Casa do alto