Adicionar aos favoritos   Login   Pesquisar 

Notícias

2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 

09/11/2008

Mãe e filha atacadas por cão vadio.

(Fonte: Jornal de Notícias ) Uma criança foi atacada por um cão vadio, este sábado, na Várzea, em Chaves, tendo ficado com vários golpes nas pernas. Ao socorrer a filha, a mãe também foi mordida. O cão só fugiu com a intervenção do pai da menina. O incidente terá acontecido por volta das 15.30 horas. A pequena Margarida, de cinco anos, ia com uma irmã a casa de uma tia, a cerca de 900 metros de distância da sua. O cão tê-las-á atacado mais ou menos a meio do caminho, uma espécie de um atalho. Primeiro, o rafeiro terá tentado atacar a irmã mais velha, que, no entanto, o terá conseguido desviar com um pequeno pau que levaria na mão. Margarida terá tentado fugir, mas tropeçou. Terá sido nessa altura que o cão lhe agarrou uma pena. Assustada, a irmã gritou e foi chamar pela mãe. Ao chegar, Maria Mesquita consegui que o cão largasse as pernas da filhas, mas não consegui evitar que se atirasse a si e a mordesse. "Eu só dizia, foge com a tua irmã, foge com a tua irmã", recorda, Maria, ainda incrédula com o que se passou. Mas o cão só acabou por fugir com a chegada do marido de Maria, avisado por outro filho. "Mesmo a bater-lhe com um pau, não largava a perna à minha mulher. Só fugiu quando lhe dei com um pedaço de uma pedra no lombo", recorda Francisco Barrigas, lamentando o número de cães vadios que circulam no bairro. "Não são cães vadios, são as pessoas que os abandonam e agora ninguém quer responsabilidades. E eu, coitado, que fique com a mulher e a filha com as pernas neste estado!", desabafava Francisco. Maria e a filha foram assistidas no hospital de Chaves. Uma e outra, mas, sobretudo a criança, apresentavam vários cortes nas pernas, onde levaram vários pontos. A GNR já tinha tomado conta do caso e estava a encetar diligências para identificar o animal. Apesar de existirem muitos cães vadios, em Chaves não existe canil municipal definitivo. O espaço provisório funciona numa quinta cedida por um particular.
Rss
Treino de Cães ao Domicílio «» Casa do alto