Adicionar aos favoritos   Login   Pesquisar 

Notícias

2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 

24/06/2009

15 por cento dos cães infectados com Leishmaniose - Estudo.

(Fonte: Expresso)

Cerca de 600 dos quatro mil cães analisados num estudo sobre Leishmaniose revelaram ter a doença, uma taxa abaixo do esperado segundo a presidente do Observatório Nacional de Leishmaniose, responsável pelo estudo.

"Os resultados definitivos só deverão estar concluídos dentro de dois meses, mas os preliminares revelaram já uma taxa de prevalência da Leishmaniose (15 por cento) abaixo do que esperávamos, tendo em conta que o último estudo indicava uma prevalência de 20 por cento", explicou à Lusa Lenea Campino, do observatório ONLeish.

Há cerca de dois anos esta professora esteve envolvida numa recolha de amostras de sangue a cães abandonados em Lisboa, que concluiu ser cerca de 20 por cento a taxa de prevalência desta doença.

"Achamos que é por se tratar de cães abandonados, mas só com quando terminarmos este último estudo poderemos tirar mais conclusões", explicou, adiantando que falta ainda o tratamento estatístico dos dados, nomeadamente a idade dos animais, se passam mais tempo dentro ou fora de casa, se vão habitualmente para outras áreas fora da residência ou a idade.

Este último estudo, ao contrário do anterior, foi efectuado com base em amostras recolhidas em 130 clínicas veterinárias de todo o país, o que permitiu concluir os distritos onde a taxa de prevalência é maior.

"Beja, Castelo Branco e Portalegre foram os que registaram uma maior prevalência, superior a 10 por cento. Braga, Aveiro e Viana do castelo foram os de menor prevalência, com cerca de um por cento", afirmou a presidente do observatório.

A Leishmaniose Canina é uma uma doença parasitária grave causada por um protozoário (parasita microscópico), denominado Leishmania, transmitido por um flebótomo, um insecto relativamente parecido com um mosquito mas mais pequeno.

Esta doença é de evolução crónica e, sem tratamento, leva à morte do cão. A Leishmaniose pode transmitir-se ao Homem, embora seja raro em Portugal.

Rss
Treino de Cães ao Domicílio «» Casa do alto