Adicionar aos favoritos   Login   Pesquisar 

Notícias

2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 

16/02/2009

Grávida atacada por cão pastor alemão.

(Fonte: Jornal de Notícias)

Uma mulher grávida de 35 anos foi atacada por um cão pastor alemão na Rua do Oural, em Paredes. A vítima foi lançada ao chão, arrastada metros e mordida em várias partes do corpo. O animal está, no canil, em sequestro.

"Foi tal a aflição que cheguei a pensar que o cão me ia matar. Depois de me atirar ao chão, com os dentes agarrou-se à minha cabeça e começou a arrastar-me", recorda Maria José Sousa que recebeu tratamento no Hospital de Penafiel e permanece em casa muito combalida. O animal foi levado para o canil municipal onde permanecerá em sequestro durante oito dias para despistagem da doença da raiva.

A mulher, grávida de 33 semanas, seguia a pé na rua quando, cerca das 14 horas de anteontem, o cão, que brincava com o filho do dono à porta de casa, atravessou a estrada em direcção à vítima. "Parei e não me mexi mais. O animal andou à minha volta e de repente cravou-me os dentes num braço. O filho do dono entrou em pânico sem ter qualquer reacção, nem para dar ordens", recorda.

Num instante, o cão atirou a mulher ao chão e com os dentes começou a arrastá-la e a ferrá-la em várias partes do corpo. "Encolhi-me toda ao ser arrastada e tentei sobretudo proteger a cara com as mãos", explica a vítima.

Quando finalmente o cão parou as agressões, a mulher tinha ferimentos graves nas palmas da mão, nos braços, nas costas, no pescoço e na cabeça. "Houve um momento que pensei que o cão me tinha tirado cabelo e parte do couro cabeludo", conta. Transportada para o hospital Padre Américo do Vale do Sousa, em Penafiel, Maria José foi suturada na cabeça com vários pontos sendo ainda submetida a exames.

António Moreira, marido da vítima, contou ao JN que o casal desde há alguns anos que procura ter um filho. "O maior receio foi perder o bebé, mas felizmente os médicos disseram que está tudo bem. Mesmo assim, durante esta semana a minha mulher vai a uma consulta de obstetrícia, por uma questão de precaução", frisa.

O casal conta que há alguns anos o pastor alemão chegou a agredir um dos membros da família do dono. Maria José e o marido são vizinhos do dono do cão que mal soube do sucedido se prontificou a assumir todas as responsabilidades. "O nosso vizinho garantiu-nos que o pastor alemão tem todas as vacinas em dia. Disse-nos até que já tem os papéis em casa para fazer um seguro. Ele ficou, também, muito abalado com isto e assumiu todas as responsabilidades", afirma o marido. A GNR e a Polícia Municipal de Paredes tomaram conta da ocorrência.

Rss
Treino de Cães ao Domicílio «» Casa do alto